Enen no shouboutai: 5 coisas que precisam ter na 2ª temporada

0
1047
Enen no shouboutai

O ano de 2019 foi quente! Não só por causas naturais, mas sim por que Enen no shouboutai fez muito sucesso naquela temporada de anime de verão. O anime foi criado pelo mesmo mangaka conhecido do famoso anime Soul Eater, o Enen no shouboutai ( Fire Force ) é sobre uma equipe de combate a incêndios de alta potência em um mundo devastado pelas chamas, enquanto pessoas normais queimam espontaneamente e se tornam monstros “Infernais”.

A ótima animação junto da ação frenética, não trazia duvidas de que Fire Force teria uma segunda temporada para continuar com a historia animada nas telas. É certo que o anime recebeu uma resposta mista dos espectadores, embora haja muitas coisas que os fãs gostaram, houve coisas que impediram os outros de aproveitá-lo completamente. No entanto, a segunda temporada pode apenas ser capaz de jogar suas cartas da maneira certa, desde que adicione mais coisas excelentes, evitando outras besteiras.

Enquanto Enen no shouboutai se aproxima desta segunda temporada, veja 5 elementos que o anime deve ter para fazer sucesso:

5 – GRANDES TEMAS DE ABERTURA E ENCERRAMENTO

Se há uma coisa que Enen no shouboutai teve, foram ótimos temas de abertura e encerramento. Tanto “Inferno” quanto “MAYDAY” proporcionam grandes aberturas de alta energia com ótimas animações que ajudam os espectadores a assistirem ao anime. Os finais, “Viel” e “Nounai” também foram ótimas notas para encerrar cada episódio, tendo um visual mais estilizado.

Obviamente, é algo com que o anime deve continuar, já que uma boa abertura sempre pode chamar a atenção do espectador e um bom final também pode deixar uma impressão duradoura nos fãs quando o episódio termina.

4 – USOS MAIS CRIATIVOS DA PIROCINESE

O poder de fogo não se limita apenas aos Infernais; na verdade, a maior parte do elenco de Fire Force tem algum tipo de habilidade relacionada ao fogo. Do sofisticado trabalho de pés de Shinra à manipulação de chamas de Maki, existem algumas maneiras pelas quais a Força de Incêndio é capaz de literalmente combater o fogo com ainda mais fogo.

Alguém poderia pensar que isso faria com que os poderes de todos parecessem os mesmos, mas alguns personagens empregam usos ainda mais criativos das habilidades piro cinéticas. A espada de plasma de Arthur e a “Refrigeração termoacústica” de Karim são ótimos exemplos de habilidades únicas que não se parecem muito com as outras. Com a próxima temporada, haverá maneiras ainda mais exclusivas de brincar com fogo.

3 – MAIS REVELAÇÕES

Todo bom final de temporada tem revelações impressionantes para os personagens e seu mundo, e Fire Force definitivamente teve alguns quando a primeira temporada começou a acabar. O relacionamento entre Sho, Shinra e o evangelista foi revelado no episódio final da temporada, bem como a verdadeira identidade do Infernal Shinra viu a noite em que sua casa ardeu de fato sendo sua mãe.

Com Sho ainda com o White-Clad e com a possibilidade de a mãe de Shinra poder ser restaurada, a segunda temporada já tem um bom caminho para trazer os espectadores de volta e deve acompanhar os tópicos da trama que a última temporada criou.

2 – MELHOR DESTAQUE PARA PERSONAGENS

Com vinte e quatro episódios na primeira temporada de Enen no shouboutai, havia apenas um tempo para detalhar certos personagens. Obviamente, Shinra ficou com a parte do leão (sendo o protagonista) e alguns outros, como a princesa Hibana e Hinawa, também tiveram algum tempo sob os holofotes, mas havia muitos personagens que mal conseguiram brilhar.

Personagens como Arthur e Maki, que são os favoritos para alguns, não têm muito tempo para elaborar suas histórias de fundo, e Tamaki não fez nada de impressionante desde sua estréia. Esses são os problemas que a segunda temporada poderia resolver, dando mais tempo para aperfeiçoar os personagens e permitir aos outros alguma atenção necessária.

1 – MELHOR RITMO

O ritmo é muito importante para uma história, nunca deve ser muito lento nem muito rápido para que as coisas pareçam que se desenvolvem organicamente. Infelizmente, o ritmo de Enen no shouboutai é uma das suas fraquezas, com um ritmo maluco que parece estar tentando chegar à linha de chegada o mais rápido possível.

Muitos pontos, personagens e elementos da trama são lançados à esquerda e à direita, muito cedo, e o status quo é abalado antes que os espectadores estejam acostumados com o status quo. Como tal, a primeira temporada não permite tempo em muitos lugares para os fãs se sentarem em um determinado detalhe por muito tempo antes que a história se mova novamente. A segunda temporada pode se beneficiar de um ritmo mais uniforme para a progressão da obra animada sobre bombeiros em chamas.

Publicidade
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui