The Witcher 3: Dev explica o desenvolvimento do mundo aberto

0
263
The Witcher 3

A CD Projekt RED criou um dos maiores e mais detalhados mundos abertos com jogo The Witcher 3. Em técnico, existem poucos feitos em jogos tão impressionantes quanto o absolutamente vasto mundo aberto criado para The Witcher 3: Wild Hunt pela CD Projekt RED. Não apenas gigante, o mundo está repleto de detalhes, além de estar vinculado por sistemas intrincados que dão vida ao cenário e a seus habitantes. Essa é uma das principais razões pelas quais The Witcher 3 se destaca nas listas de jogos de mundo aberto.

Mas para tudo isso ser feito, foi uma jogada arriscada. Não foi apenas uma mudança em relação aos jogos Witcher que antes tinham estrutura linear, mas sim por que foi a primeira vez que a CD Projekt RED criou um mundo aberto e, nesta semana, os desenvolvedores do jogo se abriram um pouco para falar mais sobre o jogo.

“Nosso diretor de missões, Mateusz Tomaszkiewicz, disse que o principal objetivo [de The Witcher 3 ] era combinar a filosofia de design dos jogos anteriores de Witcher , que era criar uma história complexa e madura que tenha escolhas e consequências, com um mundo aberto”. disse o designer sênior de missões Philipp Weber em uma entrevista à Polygon. “Costumava haver essa noção preconcebida de que você ouviria muito que jogos de mundo aberto não podem contar histórias interessantes ou profundas. Então isso foi algo que consideramos um desafio “.

Naturalmente, grande parte desse desafio decorreu de descobrir como criar missões ricas baseadas em histórias que poderiam ser abordadas de diferentes caminhos. “Um objetivo importante que tínhamos era não comprometer a qualidade de nossas missões e histórias, fazendo-as acontecer em um mundo aberto”, disse Weber, levantando a questão de como fazer isso funcionar em dezenas de missões e potencialmente centenas de horas. “A equipe viu sua incapacidade de controlar o jogador como uma força, não uma fraqueza, e se apoiou nela.”

Weber tambem disse que a mudança para um mundo muito as missões de The Witcher 3 .

“Com o mundo aberto, nossa estrutura de missões também se tornou muito mais aberta, e poderíamos dar aos jogadores muitas mais oportunidades de experimentar nossas histórias da maneira que quisessem. Se eu puder resolver diferentes partes de uma missão fora de ordem, talvez isso aconteça. ter conseqüências diferentes mais tarde. Como sempre fomos grandes fãs de escolhas e conseqüências não-lineares, esse foi um grande bônus “.

Mesmo com uma adaptação para serie na Netflix e uma popularização maior para os romances originais de Andrzej Sapkowski, para a maioria o jogo é a verdadeira experiência definitiva de mundo de The Witcher. Em relação a isto e a todos os elogios vindo dos fãs, Weber disse:

“ver esse tipo de feedback foi realmente um grande alívio, ainda mais sabendo que as pessoas ainda jogam o jogo agora”.

Publicidade
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui